Historial

Não se conhece o ano preciso da sua criação, mas deve ser anterior a 1560. Situada no extremo Sudoeste da Ilha, o nome é elucidativo do acontecimento: quando os descobridores andavam a desvendar a costa, no batel de Severo Afonso, chegados a esta paragem, pescaram um peixe de maravilhosa grandeza, semelhante, ao pargo. Razão porque chamaram a esta Ponta - a do Pargo.
Muitos dos terrenos desta zona pertenceram a Garcia da Câmara e a Afonso Henriques, Senhor de Alcáçovas (séc.XVI)
A costa marítima da Ponta do Pargo era extremamente perigosa para a navegação, razão pela qual foi construído um Farol, no alto do rochedo (Ponta da Vigia), inaugurado a 5 de Junho de 1922.
É uma zona distinta de todas as restantes da Madeira, pela extensão da sua planura e terreno pouco acidentado. Silenciosa e original, a freguesia mantém o encanto durante a totalidade do ano.
As festas religiosas principais e a Festa do Pêro, acrescentam-lhe novos pontos de interesse.


População - 1145 habitantes (Censos de 2001)

Artesanato

Infra-Estruturas
Património Edificado



Copyright © Câmara Municipal da Calheta | Avenida Dom Manuel I, nº46 - Edifício Paços do Concelho, 9370 - 135 Vila da Calheta
Sugestões | Webmaster | Site em remodelação
..:: De momento encontram-se 4 utilizadores online, com um total de 9108 visitantes desde 04-04-2005! ::..